[CARTA PARA ESTHER]


Você ainda não nasceu, e prodigiosamente desponta como a brisa fresca da manhã, em um florescer cercado de significados. Os olhos ansiosos que a esperam refletem cuidado, medo e emocionam pela verdade de um amor transcendente. As mãos que guiarão seus primeiros passos, se unem em uma prece de agradecimento pelo milagre que em você exprimem a continuação da vida, a continuação de um alguém que hoje tem nome de saudade.

Featured Posts&#39
Você ainda não nasceu, mas é você que hoje suscita em nós reconhecer a riqueza que torna especial a simplicidade de gestos que a dureza do tempo imprimiu o sabor do comum, como o olhar curioso de um pequeno que descobre a própria mão. Ou a inocência de um sorriso que na segurança do colo materno vive suas primeiras aventuras – sustentar-se sobre as próprias pernas, se jogar confiante na firmeza dos braços que o envolvem. E assim, no aconchego do poder curativo de um abraço que encerra em si o amor maior do mundo, reencontramo-nos.

Você ainda não nasceu, e portanto, ainda não conheceu do mundo as suas dores, as mazelas sociais que a tantos pequeninos alcançam. As desventuras daqueles que somente em corações estranhos experimentarão o afeto. Mas não se assuste pequena Esther, quando inevitavelmente você se descobrir em meio as noites cinzentas, sempre, e pra sempre estaremos com você, e assim, não haverá mar que você não possa atravessar.

E porque a vida é assim, Infelizmente pequena Esther, você descobrirá que corações também podem quebrar, tal como um castelo de vidro, e nestes dias, você sentirá saudades do tempo em que a dor de um joelho ralado, era apenas isso. Quando se é gente grande, um joelho ralado se transforma facilmente em ancoradouro para outras dores, outras feridas. E também você se apaixonará e encontrará um amor pra vida toda que não sobreviverá as quatro estações. Mas será de repente, quando estiver distraída ou quem sabe apressada, lá estará ele, o instante que mudará tudo para sempre. Pessoas importantes sairão de sua vida, você não poderá evitar, mesmo que deseje muito. E a cada frustração você terá que encontrar um motivo para continuar, esta é a tarefa que caberá somente a você, ser feliz minha pequena, é, acima de tudo uma decisão – sua decisão.     

Você ainda não sabe, mas entre as muitas vozes que hoje você ouve existe uma que se destaca, a voz daquele que lhe pedirá favores chatos, lhe colocará apelidos que você irá odiar e que será seu parceiro em várias travessuras, você o conhecerá pela alcunha de irmão, e você será para ele aquela a quem ele deverá para sempre proteger. E ele será para você aquele a quem você sempre recorrerá. E juntos vocês serão a mesma voz, o mesmo sorriso, corpos diferentes em um mesmo caminho.

E quanto a mim, ficarei feliz apenas em vê-la andar, cantar e sorrir. Talvez eu possa conduzi-la por uma parte do caminho que a fará conhecer um pouco de suas raízes. E quando o  mundo parecer desabar sobre sua cabeça, como eu, espero que acredite que se é verdade que mãos podem atravessar mundos, as mãos dela estarão segurando as suas, como seguraram as minhas. E das histórias que ouvir a meu respeito, lembre-se pequena, apenas uma será verdade - aquela que diz que não importa o que aconteça, estarei sempre com você, amando-a e protegendo-a.

Shirley Basílio | 2 commentários

2 Comentários:

Texto perfeito! Me encantei com a meiguice e força de cada palavra. Traduz bem o que sinto hoje. E na falta de palavra melhor só posso dizer: Parabéns Parabéns Parabéns!

Obrigada minha querida amiga, fico feliz que tenha gostado. Saudades de você ...

Postar um comentário