METADE DE MIM


FONTE [IMAGEM]: Poetas Desconexos
Ando meio esquecida de mim, por isso escrevo, para lembrar de mim, para lembrar que não importa o quão pouco os outros se importam, basta que eu não esqueça.

Ando meio perdida de mim, por isso escrevo, para reencontrar-me em meio aos significados ocultos das palavras, ocultos no que elas não dizem, escondidos nas entrelinhas... abafados por silêncios ensurdecedores.

Ando meio fora de mim, por isso escrevo, para alinhar-me comigo mesma, enquadrar-me em bonitos versos, que falam de amor, de felicidade, que versam sobre a vida, que versam os próprios versos.

Ando muito por aí, sendo apenas metade de mim, por isso escrevo, para revelar-me inteira.

Shirley Basílio | Nenhum Comentário

0 Comentários:

Postar um comentário