OBRIGADA POR SER VOCÊ


De vez em quando acontece de sermos surpreendidos por alguém que chega trazendo um colorido pra nossa vida, que até então não percebíamos acinzentada. E este alguém aconteça o que acontecer ficará do seu lado. Segurará sua mão em momentos de tempestade, caminhará lado a lado todo o caminho com você, e ainda quando este parecer intransponível - lá estará ele a emprestar-lhe ânimo e coragem. Chegará sem alarde, embora muitas vezes fazendo festa ou sendo ele a própria festa. Você o reconhecerá - talvez não de imediato. Mas quando acontecer você o acolherá sem restrições e o consagrará dando-lhe o sublime nome de AMIGO e por vezes IRMÃO. É isso, você o chamará de amigo/irmão.

Será assim: a simples menção de seu nome fará seus olhos brilharem e de seus lábios brotar o mais sincero sorriso. Vocês farão coisas incríveis juntos. E mesmo quando nenhuma palavra for pronunciada entre vocês, o diálogo terá sido extraordinário. Velhos vocábulos ganharão novas definições – o rude será expressão de carinho. Em inúmeros pontos a estrada será emoldurada por espinhos, e será a cumplicidade, indulto da amizade, posta a prova. Constituirá falta grave a traição de um amigo, porém, muito mais e imperdoável será desconfiar-se dele. E este alguém que caminhará até você mesmo nas noites mais escuras, por vezes lhe conhecerá melhor do que você mesmo.

E como sinto-me feliz, pois a mim foi permitido conhecer os privilégios deste encontro. E a partir deste momento concedido, a vida que havia perdido seu brilho adquiriu um novo e real significado. E passei a desejar ser capaz de domar as palavras, apreender delas a magia para extrair sua mais pura acepção, quando impedida de manifestar-se. Eu conheci Philos.

Em sua presença experimento a paz mesmo quando os dias são de densa opacidade. Nossos momentos de conversa onde dividimos pequenos e grandes medos revelam inesperadamente as semelhanças que nos une ainda mais.

Mas sim, somos diferentes, e não apenas etnicamente, você – vaidosa, eu – um desajeito só. Enquanto posso passar longos minutos falando sobre minhas habilidades esportivas, você simplesmente começará a dançar ou cantar, tentará cantar - melhor dizer. E quanto à música, se concordamos sobre coldplay, no que não é conhecido do grande público, nem tanto, O Teatro Mágico? Ah, eu passo, prefiro The Piano Guys.

Uma vez que os contrastes não param por aí, sinto-me aliviada por dividirmos o gosto por prazeres simples: bons filmes, sentar-se a mesa e dividir a refeição, conversar. Também me sinto imensamente feliz por você compartilhar comigo do seu mundo a fatia que falta ao meu, e por fazer-me companhia sempre e em qualquer circunstância.

Tento de todas as formas demonstrar o quanto lhe sou grata e por mais longe que eu vá, sequer aproximo-me o suficiente de como me sinto. Ainda assim posso agradecer-lhe pelas vezes em que você ao repousar seu olhar em mim, enxergou qualidades que eu mesma não sabia possuir. Eu que erro repetidas vezes, aprendi com você que o perdão pode assumir inesperadas formas, mas que no coração onde a amizade é verdadeira – ele não é tão necessário.     


Você sempre me fala a verdade, seja ela boa ou ruim. Se revelo medos bobos ou esquisitas manias, você não me ridiculariza, embora às vezes possa rir imoderadamente. E quando meu lado mais fraco vem à tona, com você sei que não corro perigo. Vivendo meus dias de melancolia, de solidão, a janela da memória leva-me até você e experimento novamente a paz - generosidade de um coração que me empresta o que às vezes não tem para si. Por tudo o que você representa e por muito mais, espelho seu reflexo guardando-a em meu coração e elevando-a em minhas preces.

Daisuki

Shirley Basílio | 4 commentários

4 Comentários:

"Você sempre me fala a verdade, seja ela boa ou ruim. Se revelo medos bobos ou esquisitas manias, você não me ridiculariza, embora às vezes possa rir imoderadamente"
Se essa parte não foi pra mim, já me apropriei dela, porque me identifiquei!!!!
:)

(●‿●) Daniella, de todas um pouco [...]

"Velhos vocábulos ganharão novas definições – o rude será expressão de carinho. Em inúmeros pontos a estrada será emoldurada por espinhos, e será a cumplicidade, indulto da amizade, posta a prova. Constituirá falta grave a traição de um amigo, porém, muito mais e imperdoável será desconfiar-se dele [1]." Pode até nao ter sido pra mim, mas q deu certinho... ahh isso deu! hehehe

É verdade Dani, e se você fizer a conta já são quase 10 anos, e aqui estamos nós (•‿•)

Postar um comentário